Meu Currículo de Estudante – O básico e essencial

Meu Currículo de Estudante - O básico e essencialVamos direto ao assunto: Seu currículo de estudante provavelmente não é bom. E tudo bem. Você ainda está estudando e ninguém espera (ninguém são pelo menos) que você tenha muita experiência em nada. Mas isso não quer dizer que você, estudante, pode simplesmente entregar um papel meio em branco com seu nome, endereço e objetivo. Seu currículo tem o mesmo objetivo que o de um profissional experiente: Mostrar porque você é uma escolha melhor que o outro candidato!

O seu currículo de estudante precisa ter as seguintes informações:

  • Quem é você
  • O que você estudou
  • O que você fez enquanto estudava

Quem e você – Cabeçalho | O que você estudou – Formação Acadêmica

Aqui valem as mesmas coisas que dissemos no artigo **Meu currículo – **O básico e essencial** e recomendamos que leia esse artigo antes deste aqui para ter a base do raciocínio. O que muda para um currículo de estudante é:

  • Objetivo. Pode colocar. Seu objetivo é a vaga para qual você mandou o currículo mais sua necessidade de aprender um determinado aspecto da profissão que pretende seguir. Informar isso ajuda ao recrutador a ter uma noção sobre suas aspirações de carreira;
  • Ensino Fundamental: Liste como todos os outros cursos e formações que você tem. Neste momento o recrutador tem interesse em saber de que escola você veio. Não tenha medo, tudo pode ser usado ao seu favor na hora da entrevista, seja a melhor escola particular da cidade ou uma escola do sistema público de ensino.

Você está mesmo é buscando ajuda para recolocação no mercado ou quer mudar de emprego? Veja o artigo sobre currículos para profissionais!

O que você fez – Atividades Extra Curriculares

Está é a sessão mais importante do seu currículo e substitui a experiência profissional até você ter alguma. À medida que experiências profissionais forem sendo acrescentadas, você deve ir gradativamente removendo este conteúdo do seu currículo.

Aqui você precisa contar em poucas palavras tudo do que você participou durante seu tempo como aluno de cada instituição de ensino que não era conteúdo obrigatório e/ou que demonstre uma habilidade desejada para a vaga. Seminários, painéis de debate, grupos de estudo, iniciação científica, liderança de sala, grupo de teatro. Tudo que puder ser utilizado para destacar que você é interessado, dedicado e lhe diferencia do resto dos candidatos. Lembre-se, você não tem experiência, esse currículo de estudante é para mostrar que tipo de estudante você é. E a forma de fazer isso é mostrar que você é ativo e interessado.

Só se lembre de guardar os certificados que receber para essas atividades, como precaução.

O formato fica mais ou menos assim:

  • Atividade – Instituição de ensino – Ano
  • Breve descrição: Uma breve descrição do que era esperado de você, das atividades do dia a dia que deveriam ser cumpridas. Mencione também em que capacidade você participou (ouvinte ou as atividades desenvolvidas);
  • Professor responsável (caso aplicável): No caso de um seminário, evento ou iniciação científica é sempre bom indicar sobre a tutela de quem você desenvolveu a atividade. Não é necessário para participações como ouvinte.

Informe vivencias como voluntariado, intercâmbio, iniciação científica e outras. Mostrar que tem disponibilidade para aprender é essencial!
Jaqueline Damasceno, Psicóloga Organizacional

Seminário Novas Tecnologias – Universidade de Tecnologia Aplicada – 2010

Seminário onde foram debatidas as novas tecnologias possíveis para a observação de corpos celestes distantes. Participei como organizador do painel de debates principal e na emissão dos certificados dos ouvintes.

Professor Responsável: Prof. Dr. José Josério Santos

Como dissemos antes, quando as experiências profissionais forem entrando, essas informações vão saindo. Seu primeiro currículo profissional vai ser um misto, contendo uma entrada em experiência profissional e algumas em Atividades Extra Curriculares. Isso não tem o menor problema para estágios e programas de trainee. Quando você tiver duas ou três entradas de experiência profissional, entretanto, estará na hora de aposentar por completo o currículo de estudante e montar um currículo profissional.

Certo Diego, entendi, mas tem um modelo aí?” Tem. Baixe aqui!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para o topo